sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Pintando Com tinta com tinta automotiva!


Bom, vamos lá...  Falar de pintura com tinta automotiva.
 Esse tutorial serve para todas as tintas chamadas automotivas, duco, laca, acrílico, poliéster, poliuretano e epoxy. Esmalte sintético tambem
 Essa vai ser cobaia







 Pinturas a base de thinner geralmente (existe exceções)  necessitam de primer para aderência. Isso devido ao thinner de base da resina da tinta poder atacar o plástico O primeir é um tinta, geralmente acrílica, acrescida de algum aditivo de aderência. O mais usado é o talco.


 Os fabricantes geralmente oferecem primers a venda, nas são todos muito parecido, tirando alguns com funções específicas. A função do primer na pintura é isolar o plástico e ao mesmo tempo texturizar a superfície para as tintas que estão por vir. 

Na falta de primer, pode ser utilizado tintas acrílicas clássicas, como gunze e tamiya, para essa função. Elas são ótimos primers.




No período de adaptação eu recomendo trabalhar com o primer ligeiramente grosso. Facilita a aplicação, e a visualização, mas implica numa série de problemas, como entupimento de aerografo, ou pior, o excesso de textura na superfície, influenciando o resultado final da pintura: Por esses motivos, eu dilui ainda mais o meu primer. Não existe uma matemática para a diluição, é uma questão de adequação, equipamento, e principalmente "feeling" do modelista, mesma coisa vale para pressão.

 Eu acrescentei umas gotinhas de vermelho acrílico para melhorar a visualização. Isso pode ser feito sempre, já que ultimamente plásticos e primers são da mesma cor. Só tome cuidado para não criar um primer de cor muito forte. A cor deve ser sempre bem fraquinha




video



 Esse é o resultado do primer


 Vamos da sequência a pintura. Utilizarei um verde fosco.

 O processo de diluição é o mesmo. (usando thinner, o mesmo no primer. O escolhido por mim é o tempo 3001). Uma dica muito preciosa, principalmente para quem monta carro, e tentar trabalhar sempre com a tinta bem diluída, 50 % ou mais, e não tentar cobrir tudo de uma vez. Quanto mais mãos de tinta bem diluída, mais regular e brilhante a pintura irá ficar Para que não é dos carros, essa dica é importante também, pois uma pintura lisa e com brilho irá ajudar a nós quando o assunto é decais

E lembrando que para "fosquear" uma pintura brilhante é muito fácil, dar brilho numa pintura que ficou fosca, beira o impossível.

video


video


video





 Reparem que mesmo usando uma tinta de natureza fosca, a pintura tem brilho. Isso devido a regularidade que ela ganha sobre o modelo ao ser aplicada dessa forma.  A pintura seca em poucos minutos (num dia como esse é quase instantâneo),  ela tem extrema resistência à verniz, máscara, polimento, washed, e por aí vai...  




 A superfície deve está limpa antes do início do processo. Então é sempre bom lavar o modelo antes da pintura, com água e detergente (quem tiver a possibilidade, um pouco de benzina ajuda também). O que foi dito aqui, repito, valem para todas as tintas automotivas, então serve pra Pr-colors, drycolor, aerotech, as tintas da model world, warscenics, e um monte de cores "caseiras" que temos por aí a fora.

duvidas, criticas ou sugestões, escreva para mim no budiv8@bol.com.br, no site www.blogdochiquito.blogspot.com ou pelo facebook.com/blogdochiquito . Entre em contato caso queira participar do grupo de batepapo do blog do chiquito no whatsapp. 

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Fazendo rodas com poeira

Começamos escolhendo uma cobaia.
Pinte com aerógrafo a roda toda usando um tom de terra seca ou areia
Na sequência, vamos fazer um drybrush com um tom de cinza escuro. Evite usar preto em pneus de veículos militares, opte sempre por cinzas ou pelas famosas tireblack
Fazemos o dry brush na banda de rodagem e nas laterais do pneu.
Deve ficar assim.


Em seguida, vamos precisar da cor do modelo e de um cabarito para as rodas. Eu gosto de ter sempre uma régua de gabaritos esféricos (famoso bolometro) para esse trabalho.
Escolha sempre um medida um pouco menor que a roda e pintd com aerografo. Não carregue na pintura, deixe-a a falha e fraca, para que a roda mantenha o aspecto de poeira 

Esse é o resultado. Ainda cabe a essa roda todos os outros efeitos que vc vai fazer no modelo, como washed, drybrush de descascados, poeira com pigmentos, lama, filtros com tinta óleo e por aí vai... Mas pelo menos a sujeira do pneu e da roda vc já aprendeu a fazer.


Duvidas, criticas e sugestões, escreva para mim no budiv8@bol.com.br, ou nos site www.blogdochiquito.blogspot.com ou facebook.com/blogdochiquito




Falaremos um pouco sobre Filtros!



 Filtros: chamamos de filtros todos os efeitos que visam alterar tonalidades de cores em superfícies sem alterar a cor raiz. Os filtros servem pra esfriar, esquentar ou corrigir tonalidades de cores. Pode ser feito de forma generalizada num modelo, para acertos de tonalidade da pintura,  ou localizado para representar desgates ou irregularidades

O filtro consiste em acrescentar pigmento a essa pintura, para alterar a tonalidade, mas sem cobrir a cor original

Então como isso será feito no modelo?


Essa será nossa cobaia. Vamos supor que a cor esteja clara demais para o que precisamos. Ao invés de repintar, podemos corrigir com filtro.

Vou usar o preto. Preciso aplicar ele de forma que ele não cubra a pintura. Um aerografista muito experiente consegue fazer essa correção somente controlando o aerógrafo, mas tem uma forma para iniciantes

Vamos preparar uma solução muito fraca de tinta. Coloquei isso de tinta em um potinho



Complete com solvente.  A essa proporção, ele é quase um solvente sujo

Vamos aplicar sobre a superfície. Como a tinta está muito diluída, ela irá saturar muito rápido na superfície, então é importante aplicar de longe, com uma boa abertura , e aplicar camadas fininhas. Quantas forem necessárias até alcançarmos o tom que queremos. Lembrando que se aplicar 100x a camada de filtro, uma hora vc vai acabar pintando a peça de preto.



Lembrando mais uma vez que isso pode ser feito localizado, a fins de efeito.
Não só o escurecimento das peças pode ser feito através de filtros. Pode acrescentar calor ou frieza a pintura pela mesma técnica. Vou usar vermelho para aquecer a pintura


Mesmo processo de "solvente sujo"
Mesmo processo de aplicação

Para frieza, faz o processo com azul. Para corrigir a tonalidade das cores, basta usar os elementos componentes das cores, oi exemplares mais claros ou escuros da cor em questão, depende para que lado vc está querendo chegar, uma cor mais clara ou mais escura.

O shadding, ou pós shadding como as pessoas chamam erroneamente, consiste em aplicar essa técnica de forma controlada, para dar volume as diferentes chapas e peças de um modelo, escurecendo as bordas e desbotando o miolo.
Os efeitos de luz e sombra e ponto de luz também são feitos com filtros, de forma semelhante ao shadding. Mas no efeito "luz e sombra " se leva em consideração o formato inteiro do veículo, não só das partes individuais. No efeito ponto de luz, semelhante ao luz e sombra, mas adota-se um zênite para luz e gera-se sombras para esse ponto de luz.
 Efeitos de azulamento térmico e zimbragem também é alcançando com filtros, trabalhando diferentes temperaturas a uma única peça, como escapes de carros e tubeiras de jatos.

 O mercado está repleto de cores de natureza transparente, pensados para efeitos de filtros. É o caso dos clears. Clears de várias cores e marcas tem essa função, alteração de temperatura e tonalidades de cores. Mas na falta deles, vc pode aplicar as tintas da forma que eu mostrei.


Hoje eu fico por aqui. Duvidas, criticas e sugestões, escreva para mim no budiv8@bol.com.br, ou pelos site www.blogdochiquito.blogspot.com ou facebook.com/blogdochiquito.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Tutorial rapidinho de drybrush e chipping


Me pediram no grupo de whatsapp do Blog e eu fiz, bem rapidinho, um tutorial de drybrush e chipping. Deu pra pegar o espirito. Um dia eu faço esse tutorial direitinho, esperando as tintas secarem bem, aplicando o sal junto com o spray de cabelo, e etc... , mas por enquanto, vai esse rapidinho, com certeza já vai ajudar!


Essa será nossa cobaia


Pintaremos de uma cor base, simulando um tom oxidado. O escolhido foi o tradicional red brown da tamiya


com uma cor metalizada, pincel chato e duro, e um pedacinho de papel, vamos fazer o drybrush sobre o red brown
 

Molha o pincel na tinta, e seca ele em um pano ou papel, ate não ter mais quase nada de tinta, e passa sob o modelo.
 

Esse é o efeito do drybrush. Muitas vezes, para os efeitos que procuramos, o drybrush dispensa o chipping. A vantagem do chipping é a textura, ele dá volume ao efeito. Vamos continuar.
 


Agora vamos aplicar o spray de cabelo, desses tradicionais, que as senhoras gostam de aplicar no cabelo.


Escorra o conteúdo da lata e aplique com aerógrafo. Pode diluir com um pouco de água. Aplique sob o modelo, uma ou duas camadas, generosas, e deixe secar bem antes de dar continuidade.


Agora vamos cobrir a superfície com a cor final. Nesse passo, é necessário usar uma tinta que reaja com água, como as tamiyas, gunze e valejjo acrílicas. A aplicação no modelo não precisa ser com agua, eu apliquei a tamiya branca com thinner.


Agora vamos precisar de agua


Molhe a superfície, deixe a agua reagir por uns segundos, e comece a esfregar o pincel chato e duro na superfície


Um palito de dente pode te ajuar a "machucar" mais a pintura


Ao terminar, sele a pintura com verniz e de continuidade a seu modelo.



Gostou? Duvidas, criticas ou sugestões? Quer entrar pro grupo do whatsapp? Me procure no 011 991049259, no facebook.com/blogdochiquito ou por email budiv8@bol.com.br


Um abraço e boas montagens.

Fazendo você mesmo seus cintos.

Em épocas de vacas magras e dólar alto, nem sempre dá pra comprar um photoeched para nosso kits. Segue um passo a passo de como fazer vc mesmo os cintos de
 seu avião (e o estofado também)

Vamos começar pelo estofado. Podemos usar durepox, e com algumas gotinhas de tinta acrilica, você já pode deixa-lo tingido. 
uma bolota de durepox tingida. 
































esse é o aspecto que se espera ter.
   
molde o durepox sobre o assento para simular o estofado


Agora vamos fazer os cintos. Vamos usa fita crepe comum para aproveitarmos a cor branca. Vc também vai precisar de aremes ou fios dos mais fininhos que vc conseguir. 
Com um estilete bem afiado, vamos filetar a fita crepe. Se vc tiver uma ferramenta filetadora, melhor ainda.
esse deve ser o tamanho aproximado para a escala 1/48. Para 1/72 deve ser menor.
Com os arames, vc faz as fivelas e os ajustes do cinto.
Agora filetamos os apoios dos cintos. Fazemos eles um pouco mais grosso, e pintamos de cores próximas a cor de couro. 
É assim que ele fica.
cortamos pedacinhos desse suporte

coloque o apoio debaixo dos cintos. Você pode usar a própria cola da fita, ou usar um pouquinho de bonder.


Posicione sobre o assento, corte os excessos, ajuste a posição. Se precisar, cotinhas de cola podem te ajudar


Esse é o resultado final. Muito bom quando a grana ta curta para uma folha de photoeched , ou quando não achamos a folha correta para nosso modelo.



 Um abraço, e boas montagens!